23 Março, 2011
Desde há cerca de um ano que o SEP solicitou e reiterou marcação de reunião à ARS Norte que nunca se concretizou! Foi necessário fazer uma exposição à Ministra da Saúde, solicitando a sua intervenção, para que finalmente a reunião fosse agendada para hoje, dia 23 de março, às 9h30.

 

 

Inadmissivelmente, nenhum dos dirigentes da ARS com competências para responder e tomar decisões, se encontrou disponível para participar nesta reunião, razão pela qual não se efectuou!

O SEP, legítimo representante dos enfermeiros, lembra que sempre se assumiu como parte interessada para encontrar soluções, considerando por isso inaceitável tal atitude!

Os problemas nos Cuidados de Saúde Primários têm aumentado significativamente! O aumento dos ritmos de trabalho dos enfermeiros é uma constante. Recorre-se abusivamente ao trabalho extraordinário para fazer face às necessidades de cuidados e muito dele sem ser pago!

A não admissão de enfermeiros, a manutenção de enfermeiros com contratos a termo há vários anos, a falta de material, leva a que se ponha em causa a segurança dos utentes e dos próprios profissionais.

Por isto, é inaceitável que a ARS Norte não queira, juntamente com o SEP, reflectir e ultrapassar os problemas existentes nos Cuidados de Saúde Primários.


Quem perde com procedimentos deste:

  • os utentes, cujo acesso aos cuidados de saúde continuam a degradar-se;
  • os enfermeiros que continuam a ver os seus direitos delapidado;
  • e o erário público que sai prejudicado.