A Revista “Enfermagem em Foco”, órgão de informação dos sócios do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, durante os seus 18 anos de existência tem constituído uma referência para os Enfermeiros em Portugal – enquanto instrumento de informação político e sindical, de formação dos Enfermeiros e de visibilidade da dinâmica evolutiva da profissão.

Através da rubrica Espaço de Autor, criámos um espaço de partilha e reflexão sobre as problemáticas que preocupam os profissionais procurando desenvolver as relações da teoria, experiência e prática de cuidados.

As alterações ocorridas na profissão imprimiram, necessariamente, novas exigências e dinâmicas de qualidade nos trabalhos publicados.

Queremos continuar a incentivar todos os Enfermeiros a produzir conhecimento, disseminando os resultados de estudos de investigação e divulgando as suas experiências e reflexões sobre a praxis clínica, contribuindo para a melhoria contínua da qualidade dos cuidados que prestamos e da afirmação da Enfermagem enquanto disciplina.

 

NORMAS DE PUBLICAÇÃO NA REVISTA Enfermagem em Foco

A Revista Enfermagem em Foco (EF) recebe artigos elaborados por enfermeiros, estudantes e outros profissionais para publicação na rubrica Espaço de autor.

São critérios de exclusão o não cumprimento das seguintes Condições de Aceitação:

  • Os artigos são dirigidos ao Director da Revista EF, acompanhados de uma declaração da sua originalidade, de autorização de publicação e de cedência de direitos de publicação (termo disponível no sítio do SEP);
  • São enviados em suporte informáticopara o endereço eletrónico informação@sep.pt ou sede@sep.pt; e enviado um original em suporte papel para a Revista Enfermagem em Foco, Av. 24 de Julho, nº 132, 1350 – 346 LISBOA;
  • A primeira página contém: o título, a data de realização e o contexto em que foi realizado;
  • Em folha separada, para além do título, a identificação do(s) autor(es) com nome, morada, local de trabalho e serviço, categoria profissional, formas de contacto e n.º de associado do Sindicato;
  • O original é escrito em papel formato A4, com letra 12, Arial ou Times New Roman, a 2 espaços.

A EF receberá o trabalho escrito e verificará o cumprimento das condições de aceitação, informando o autor da sua recepção, no prazo de dez dias.

Todos os artigos serão submetidos à apreciação da Comissão Científica que decide sobre a conveniência da sua publicação. Da apreciação será dado conhecimento ao(s) autor(es).

Até receber a decisão final da EF o autor não enviará o trabalho para submeter a apreciação noutra publicação.

A EF reserva-se o direito de gerir a oportunidade da publicação.

A qualidade de sócio do SEP é condição preferencial para a publicação dos trabalhos escritos.

Os artigos são da inteira responsabilidade do(s) autor(es), mas salientamos a importância da evidência da prática quotidiana e do papel do Enfermeiro e da Enfermagem no contexto da prática de cuidados, seja através de uma análise crítica, de um estudo de caso, ou simplesmente do testemunho reflectido de uma experiência vivida.

 

CRITÉRIOS GERAIS DE PUBLICAÇÃO

  • Serem originais;
  • As referências bibliográficas deverão seguir uniformemente a Norma Portuguesa ou a Norma da APA;
  • Os gráficos ou tabelas deverão ter título e ser numerados; no caso de não serem originais deverá ser indicada a fonte;
  • As fotos/gravuras deverão indicar o autor ou a fonte e a sugestão do local de inserção.

 

De igual modo, os artigos deverão respeitar os CRITÉRIOS ESPECÍFICOS, podendo ser apresentados como artigos de Investigação em Enfermagem, de Reflexão ou como Opinião / testemunhos / Relato de experiência / carta do leitor.

Investigação:

  • Máximo de 15 páginas;
  • Resumo em português (obrigatório), com 100 – 150 palavras;
  • Palavras-chave;
  • Introdução com fundamentação do estudo, problema e objectivos, síntese de enquadramento teórico;
  • Metodologia (desenho do estudo, métodos e técnicas utilizados);
  • Principais conclusões (incluindo limitações e sugestões;
  • Referências bibliográficas.

Reflexão:

  • Máximo de 6 páginas;
  • Incidir sobre temas de actualidade;
  • Conter a temática e as ideias mais relevantes creditadas por experiências sobre o assunto e/ou os autores consultados e referidos;
  • Serão valorizados os artigos que assentem em experiências pessoais que analisadas seguindo uma metodologia reflexiva sejam promotoras da reflexão profissional (por ex. ciclo reflexivo de Gibbs, de Graham Gibbs(1988), contido no livro de Jasper, Melanie (2003). Beginning reflective practice, pp 77 – 84, disponível em http://books.google.com). A metodologia reflexiva produz conhecimento na acção, reflexão na acção e reflexão sobre a reflexão na acção, permitindo ao enfermeiro melhorar continuamente as suas práticas, melhorar a qualidade dos cuidados aos utentes, contribuindo para o desenvolvimento da enfermagem.
  • Estes artigos deverão dar evidência à tomada de consciência e à análise de um determinado problema identificado pelo autor, devidamente fundamentado e realçando a sua importância para a prática de cuidados de Enfermagem.

Opinião / Testemunho / Relato de Experiência:

Pretende-se a publicação de histórias do quotidiano, vivências que o autor considerou enriquecedoras sob o ponto de vista do crescimento pessoal e profissional, podendo conter sugestões, comentários, opiniões e dúvidas que permitam a partilha de conhecimentos e/ou a reflexão sobre a prática de cuidados.

  • Não exceder 3 páginas
  • O artigo relata a experiência vivida, salvaguardando o anonimato dos intervenientes e a confidencialidade da informação.

 

Poderão ser avaliados outros trabalhos que serão apreciados caso a caso.