30 Dezembro, 2010
O Hospital Cândido Figueiredo/Tondela mantém intransigência e prepotência obrigando os enfermeiros a sair à rua e a ponderar outras formas de luta.

 

 

Pese embora as sucessivas tentativas de diálogo que o SEP tem procurado e das propostas de solução para os problemas que afetam os enfermeiros, o Conselho de Administração mantém uma posição autista de impor medidas que, a concretizarem-se, degradarão as condições de trabalho dos enfermeiros, tais como:

  • Apesar de necessitar de mais oito enfermeiros manteve a posição de despedir dois contratados no dia 31 de Dezembro, dizendo que nada poderia ser feito para renovar os contratos e “obrigando” o SEP a denunciar esta situação junto do Ministério da Saúde. Este percebendo que ficaria em causa a qualidade e segurança dos cuidados prestados aos utentes comprometeu-se a solucionar a questão no sentido de não se concretizarem estes despedimentos;
  • Gastar mais de um milhão de euros nas obras e equipamento para abrir uma Unidade de Cuidados Paliativos, tendo até ministrado formação específica aos enfermeiros, mas mantém-na encerrada e sem data prevista de abertura porque não satisfaz as condições mínimas exigíveis para tal (segundo o resultado de uma auditoria realizada pela Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados);
  •  Impõe um regulamento interno de horários, contra tudo e todos, apenas na perspectiva de poupar algum dinheiro por dia reduzindo o número de enfermeiros por turno e por serviço.
  • Altera o regulamento de transferências tentando obrigar os enfermeiros (que nos turnos da noite estão sozinhos) a abandonar o serviço para acompanhar doentes transferidos para outras unidades hospitalares.

 

Perante tal atitude e prepotência, que degradam as condições de trabalho dos enfermeiros e colocam em causa a qualidade e segurança dos cuidados que pretendemos continuar a prestar à população, não restam outras alternativas enfermeiros que sair à rua para manifestar o seu completo desacordo e denunciar a situação à população de Tondela.

Convidamos os Srs. Jornalistas para uma conferência de imprensa, a realizar durante a concentração de enfermeiros que decorrerá junto à entrada principal do Hospital Cândido Figueiredo – Tondela, pelas 11H do dia 03 de janeiro de 2011.

 

Nota enviada à Comunicação SociaL em 30 de dezembro de 2010