13 Dezembro, 2012
Os Enfermeiros da Urgência do ex-Hospital Geral dos Covões foram, a partir do mês de novembro, confrontados com a alteração dos horários sem qualquer explicação ou comunicação interna, ao arrepio do Regulamento de Elaboração de Horários.

 

 

Essa alteração prende-se com a não contabilização do tempo da passagem de turno que deve prever a sua sobreposição até ao máximo de 30 minutos. Este tempo garante a transmissão completa da informação clínica relativa aos doentes e deverá ser integrado no tempo total do trabalho diário do enfermeiro.

Esta regra está a ser violada desde Novembro razão pela qual os enfermeiros da urgência do ex-Hospital dos Covões exigem que seja reposta a contabilização do tempo da passagem do turno e declinam qualquer responsabilidade no Conselho de Administração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC, EPE) por qualquer ocorrência que possa colocar em risco a vida e a segurança dos utentes.