24 Março, 2020
Apelamos à subscrição – Sou Enfermeiro, não sou super-herói! para entregar aos Conselhos de Administração e ao Ministério da Saúde. Basta clicar na tua instituição e preencher o mini formulário.

 

Sou enfermeiro/a, não sou super-herói/heroína!

Face aos recentes desenvolvimentos sobre a situação vivida no país e no mundo, é realçada a importância do papel dos serviços públicos e dos seus trabalhadores, em particular do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e dos enfermeiros, no combate à pandemia provocada pela Sars-CoViD-2, o novo coronavírus.

Os enfermeiros, entre outros, estão na linha da frente, mesmo sabendo que há mais de dez anos lhes são negados elementares direitos como a progressão na Carreira, aumentos salariais e condições de trabalho.

Como enfermeiro/a não nego as minhas responsabilidades, desejo a salvaguarda dos meus direitos laborais, da minha segurança pessoal e familiar, por isso exijo:

1. A contratação do número de enfermeiros necessários com vínculos efectivos, dada a carência estrutural já reconhecida, no mais curto espaço de tempo;

2. A aquisição e distribuição imediata dos equipamentos de protecção individual em todas as unidades hospitalares e centros de saúde do SNS;

3. A garantia do devido descanso e da regulação dos horários tendo em conta a penosidade e o risco da profissão e do momento que se vive em particular;

4. A manutenção a 100% dos rendimentos em resultado do contágio pelo COVID-19;

5. O gozo dos direitos de maternidade e paternidade, nomeadamente a amamentação;

6. Não pretendendo deixar os filhos menores de 12 anos num estabelecimento de ensino desconhecido e sem isolamento social, deverão ser clarificados os meios processuais e procedimentais que permitam a transferência do apoio social/económico para outras formas de acolhimento (outras pessoas);

7. O alargamento de medidas de protecção social para os enfermeiros que têm a seu cargo ascendentes;

8. A publicação e divulgação imediata dos planos de contingência de todas as instituições do SNS que prevejam a suspensão da actividade assistencial não urgente;

9. A valorização da profissão pela elevada penosidade e risco.

Basta clicar na tua instituição e preencher o mini formulário

CHU Lisboa Norte 

CH Lisboa Ocidental

CHU Lisboa Central

IPO Lisboa

CH Psiquiátrico Lisboa

H. Beatriz Ângelo

Hosp. Cascais

Hosp. Fernando Fonseca

H. Vila Franca Xira

ACES Amadora

ACES Cascais

ACES Estuário Tejo

ACES Lx Central

ACES Lx Norte

ACES Loures-Odivelas

ACES Lx Oc Oeiras

ACES Oeste Sul

ACES Sintra

IOGP

Outros

O SEP sempre presente!