7 Agosto, 2020
Hospital de Braga: Enfermeiros, excepto no salário
No protesto de hoje, em frente ao Hospital de Braga, 168 balões representaram outros tantos enfermeiros que ali trabalham e estão, desde setembro, a receber abaixo da tabela salarial.

Nesta denúncia pública, responsabilizámos publicamente a administração, o Ministério da Saúde e o Governo pela “exploração” que têm promovido nos últimos 11 meses.

É inadmissível que:

  • Passados 11 meses desde que o Hospital de Braga passou a ter uma gestão pública, a administração ainda não tenha regularizado os salários de 168 enfermeiros.
  • Muitos enfermeiros especialistas continuam sem transitar para a categoria de Especialista.
  • Sem desenvolvimento na carreira por ausência de abertura de concursos de acesso às categorias da Carreira de Enfermagem;
  • Compensação pelo risco e penosidade da profissão, incluindo a alteração de critérios para efeitos de aposentação;
  • Admissão de mais enfermeiros e consolidação dos contratos precários.
  • Fim dos horários ilegais de 12 horas.

O Hospital de Braga é o caso mais paradoxal de como Administração, Ministério da Saúde e Governo NÃO OBSTANTE as palavras de reconhecimento e os aplausos, estão a “BORRIFAR-SE” para a resolução dos problemas, nomeadamente, em pôr termo à “EXPLORAÇÃO” dos que apelidam de heróis, os enfermeiros.