21 Julho, 2020
Unidade de Saúde de Bragança: protesto contra a discriminação profissional
O nosso protesto de hoje, em frente ao hospital de Bragança, serviu para expor, mais uma vez e à semelhança de outras ações pelo país, os problemas já conhecidos da nossa classe e com grande incidência nesta Unidade de Saúde.

 

“Esta Unidade de Saúde é daquelas que está no grupo onde há mais Enfermeiros Especialistas que não transitaram. Continuam sem ver reconhecida a formação que fizeram. Outro problema, e que existe em grande número, são os colegas a Contratos Individuais de Trabalho(CIT) que ainda não lhes foi contado qualquer ponto, não tendo sido o descongelamento aplicado”, refere Alfredo Gomes, nosso dirigente.

Em relação à Covid temos nesta instituição colegas que foram infetados e que por terem Contratos Individuais de Trabalho (CIT), não forma pagos a 100%. Sendo esta uma situação nacional.

Reivindicamos também a admissão de mais enfermeiros com contratos sem termo.